Banco da Inglaterra planeja nova linha de crédito para seguradoras e fundos de pensão

O Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês) vai começar a desenvolver uma nova linha de crédito para seguradoras e fundos de pensão, numa tentativa de evitar uma repetição da turbulência vista no mercado de títulos no ano passado, segundo o diretor executivo de mercados do BoE, Andrew Hauser.

"Iremos embarcar, de forma imediata, no desenvolvimento de um mecanismo que nos permita emprestar a companhias de seguros e fundos de pensão", disse Hauser, em discurso divulgado nesta quinta-feira.

Seguradoras e fundos de pensão costumam ser grandes detentores de títulos do governo do Reino Unido, os chamados Gilts, cuja demanda se enfraquece em momentos de turbulência no mercado.

Hauser afirmou que o BoE irá considerar estender a linha de crédito a um grupo mais amplo de instituições financeiras não-bancárias mais adiante, mas alertou sobre a necessidade de que essas instituições sigam se protegendo de riscos rotineiros.

"É função dos bancos centrais proteger o sistema contra ameaças genuínas à estabilidade. Mas cabe às empresas se protegerem contra um vasto leque de choques menos graves, e não podemos nos permitir misturar as duas (coisas)", disse Hauser.

Deixe seu comentário

Só para assinantes