Galípolo diz que Brasil leva vantagem em relação aos pares para eleição de investimentos

O diretor de Política Monetária do Banco Central, Gabriel Galípolo, afirmou que o Brasil leva vantagem em relação a seus pares para o recebimento de investimentos. Galípolo frisou, no entanto, que o cenário internacional atual é mais desafiador do que em anos anteriores.

"Minha percepção é que esse governo atual enfrenta um cenário internacional mais adverso, na comparação com um passado recente, mas que o Brasil reúne uma série de vantagens comparativas para a eleição para investimentos quando comparado a seus pares", afirmou Galípolo em live organizada pela consultoria Prospectiva.

Entre os pontos de vantagem do Brasil, Galípolo citou o fato de o País ter reservas internacionais e a necessidade global de transição energética. "O Brasil pode ser o país que oferece a transição ecológica com menores custos", avaliou.