México: BC mantém taxa básica de juros em 11,25% e alerta para 'cenário complicado'

O Banco Central do México (Banxico) manteve a taxa básica de juros em 11,25% ao ano, em decisão unânime divulgada nesta quinta-feira, 28. Em comunicado, a autoridade monetária alertou que o "panorama monetário será complicado e incerto" no longo prazo, com riscos de alta.

O BC elevou suas projeções para a inflação nos próximos anos e prevê que os preços só devem voltar à meta de 3% no segundo trimestre de 2025, retorno anteriormente previsto para o quarto trimestre de 2024. A instituição repetiu o comentário da última reunião de que pretende manter a taxa de juros por "período prolongado" e reforçou seu compromisso de obter uma redução sustentada dos preços.

O comunicado também destaca que a decisão de manter os juros considerou que: o núcleo da inflação mexicana demonstra "resistência a diminuir"; o crescimento mundial aponta maior ritmo de expansão em 2023 do que o esperado; e a maior parte das principais economias desenvolvidas também decidiram manter suas taxas de referência, sinalizando que os juros permanecerão elevados por tempo prolongado. Segundo o Banxico, estes riscos se somam ainda a possibilidade de agravamento de tensões geopolíticas e, em menor medida, problemas de estabilidade financeira.

Deixe seu comentário

Só para assinantes