Ideia do Drex é reduzir custo de intermediação de ativos, afirma Campos Neto

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, afirmou nesta sexta-feira, 29, que o objetivo do Drex é reduzir o custo de intermediação de ativos financeiros e não financeiros. "O Drex é uma moeda digital que vai muito além disso pagamento digital", disse, durante palestra em evento da 1618 Investimentos.

Segundo Campos Neto, o ganho vem do fato de que a moeda digital gerará contratos automaticamente. "Isso significa que o contrato é de graça", afirmou, acrescentando que isso faz com que o custo de intermediação diminua.

Sobre criptoativos, Campos Neto disse que recentemente houve um aumento da compra de stablecoins, lastreadas em dólares e com função mais próxima de um meio de pagamento.

Segundo o presidente do BC, o Drex poderá ter função importante para quem hoje usa criptomoedas desta forma. "Só que ele vai ter uma vantagem adicional, porque, como o contrato gerado por ele vai ter validade legal, você vai preferir muito mais pagar com ele do que pagar com stablecoin", disse.

Campos Neto acrescentou que o Pix tem sido objeto de estudo em vários países, que mostraram que o sistema de pagamentos gera bancarização e formalização do mercado de trabalho. Além disso, o sistema melhorou a arrecadação do governo, por reduzir o custo do processo arrecadatório.

Deixe seu comentário

Só para assinantes