Correção: Mercado Livre espera crescimento de 2 dígitos com Black Friday

A nota publicada anteriormente continha uma incorreção no primeiro parágrafo. O investimento cinco vezes maior em marketing é do Mercado Pago, e não do Mercado Livre, como havia sido informado. Segue nota corrigida.

O Mercado Pago vai investir cinco vezes mais em marketing neste ano para a Black Friday do que no ano passado, na expectativa da data ser "a maior da história". O otimismo também é ressaltado pelo Mercado Livre, que espera crescimento na casa dos dois dígitos, como foi em 2022, quando a empresa cresceu 19%.

"A gente vem trabalhando para a Black Friday de 2023 ser a maior da história do Mercado Pago, com dois grandes focos. Por um lado, daremos uma série de vantagens do banco digital, para pessoa física e pessoa jurídica", afirma Daniel Davanço, Country Head de Pagamentos para Empresas do Mercado Pago. Ele afirma que uma série de soluções serão oferecidas para pequenas e médias empresas para aproveitarem o período, como facilitar o acesso a crédito, algo que só havia antes para grandes varejistas.

Já a vice-presidente de Marketplace do Mercado Livre, Julia Rueff, disse que a Black Friday deste ano está muito mais organizada e planejada do que nos anos anteriores, com o objetivo de atender a expectativa dos clientes e vendedores.

Apesar de dizer que o contexto é desafiador para o varejo, Rueff diz esperar uma Black Friday mais positiva para o mercado, com resultados melhores do que os de 2022. "Enxergamos um contexto desafiador para o e-commerce. Por outro lado, enxergamos uma retomada do consumo, principalmente quando olhamos para os indicadores de redução de inflação, desemprego e taxa de juros", completa.

A Black Friday acontece na última sexta-feira de novembro e é uma das principais datas para o varejo e comércio eletrônico.