Campos Neto: A gente é favorável à política de preços da Petrobras mesmo que afete inflação

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, repetiu nesta segunda-feira, 23, que a autoridade monetária é favorável à política de preços da Petrobras mesmo que ela afete os resultados da inflação do País. Na quinta-feira passada, a estatal anunciou a redução dos preços da gasolina em 4%, mas elevação de 6,6% nos valores do diesel na refinaria.

Campos Neto repetiu também que o Brasil foi o país que teve a maior revisão de crescimento feito pelo Fundo Monetário Internacional. Ele reconheceu ainda que os agentes do mercado financeiro e o próprio BC erraram a previsão de expansão da economia brasileira nos últimos quatro anos.

As falas do presidente do BC foram feitas em evento promovido hoje pelo Estadão, com apoio do Broadcast, em parceria com o B3 Bora Investir, site de notícias e conteúdo educacional produzido pela Bolsa.

Deixe seu comentário

Só para assinantes