Israel: Banco Central mantém taxa de juros em 4,75%, citando riscos da guerra com Hamas

O banco central de Israel manteve as taxas de juros inalteradas nesta segunda-feira, 23, em 4,75%. Em comunicado com a decisão, os dirigentes citaram que a guerra com o Hamas tem várias implicações econômicas, tanto na atividade real como nos mercados financeiros.

"Os mercados financeiros estão funcionando e grande parte da atividade econômica do país continua como habitualmente. No entanto, existe uma grande incerteza quanto à profundidade e duração do impacto, e isto será afetado pela extensão dos combates. A economia israelense é forte, estável e assenta em bases sólidas, tendo demonstrado no passado a sua capacidade de recuperar de períodos difíceis", afirma o banco central.