Para membro do Fed, não seria realista esperar que preços nos EUA voltem ao nível pré-pandemia

O presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Chicago, Austan Goolsbee, afirmou nesta sexta-feira, 8, que não seria "realista" esperar que os preços voltem ao mesmo nível de antes da pandemia de covid-19. Em entrevista à Fox News, o dirigente argumentou que esse cenário demandaria um ambiente de deflação e, portanto, uma grande recessão na economia dos Estados Unidos.

Golsbee, que não vota nas reuniões deste ano do Comitê Federal de Mercado Aberto (FOMC, na sigla em inglês), também reforçou o compromisso com a meta de 2% para a inflação.

Segundo ele, a autoridade monetária segue focada neste objetivo. Ainda assim, o dirigente acredita que a economia pode suportar um corte de juros este ano. "À medida que inflação cai, poderemos mover para uma política menos restritiva", disse.