Haddad deixa residência oficial do presidente da Câmara após reunião sobre reforma tributária

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, deixou há pouco a residência oficial do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), após reunião com líderes partidários sobre a regulamentação da reforma tributária.

Um dos principais pontos de controvérsia na reforma é a possível inclusão da carne na cesta básica com imposto zero. A medida é defendida pela Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA) e pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lira disse na semana passada que essa medida representaria um aumento de 0,57 ponto porcentual na alíquota média do Imposto sobre Valor Agregado (IVA), calculada em 26,5%.

Lira e os líderes tentarão votar ainda esta semana os dois projetos de lei complementar que tratam da regulamentação da reforma tributária. Os relatórios das propostas já foram entregues pelos grupos de trabalho na Câmara, mas as negociações políticas continuam.

Segundo apurou a reportagem, todas as reuniões de comissões na Casa foram canceladas para que todo o foco dos deputados esteja nas votações da tributária. A partir do próximo dia 18, o Congresso estará em recesso até o início de agosto.

Deixe seu comentário

Só para assinantes