Pesquisa do BGC mostra mercado ainda cético sobre manutenção da meta fiscal de 2024

Os agentes do mercado financeiro ainda estão céticos em relação à permanência da meta de resultado primário equilibrado nas contas públicas em 2024. Segundo pesquisa do BGC, apenas 35% dos consultados acham que a meta seguirá inalterada ao longo de todo ano, enquanto os 65% restantes preveem algum tipo de mudança.

Do total de entrevistados, 46% acreditam que a meta fiscal será alterada no quarto trimestre, enquanto 19% acham que a revisão virá um pouco antes, no terceiro trimestre.

A pesquisa, feita entre os dias 4 e 8 de julho, colheu as opiniões de 40 instituições, sendo 58% gestoras de ativos, 32% bancos e 10% outros tipos de instituição. Mais de dois terços das pessoas que responderam à pesquisa são gestores e traders, e os demais são economistas ou analistas.