Topo

Santander Corretora corta preço-alvo e rebaixa Pão de Açúcar; entenda

17/02/2016 11h09

SÃO PAULO – A Santander Corretora divulgou relatório em que rebaixa sua recomendação e seu preço-alvo para os papéis do Pão de Açúcar (PCAR4). A indicação para o papel foi de compra para neutra. Já o preço-alvo para as ações da companhia foi cortado de R$ 66,00 para R$ 50,00.

Os analistas apontam que a companhia experimentou dificuldades em adaptar suas operações para um novo comportamento do consumidor mas que, mesmo assim, permanecem positivos com os esforços atuais do Pão de Açúcar.

A instituição financeira atesta que o maior desafio da empresa, nesse momento, é uma “reignição” nas vendas em hipermercados. A empresa sofre para ganhar market share frente a seus competidores, mesmo com alguns players fechando lojas.

Para a corretora, as margens da companhia podem ter atingido seu pico em 2014. Na visão dos analistas, as iniciativas da com esforços de promoções podem seguir pressionando as margens da empresa. Por outro lado, controlar despesas no nível corporativo pode não ser o necessário para superar essa agressividade comercial no curto prazo.

Mais Economia