Bolsas

Câmbio

Confira 5 conselhos para largar o trabalho de vez e viver de renda

  • Getty Images

SÃO PAULO – Quem não tem vontade de dar adeus ao trabalho e viver uma vida tranquila, debaixo de sombra e água fresca? Só que, para alcançar isso é preciso ter muita disciplina e trabalho duro ao longo de anos. O site "InfoMoney" conversou com assessores de investimento para saber bons conselhos para quem quer largar o batente de vez e viver de renda.

1 – Poupe todo mês

"A disciplina é uma virtude a ser explorada nesse processo. No início de sua acumulação, será daí que virá maior parte dos recursos", diz Nathaniel Bloomfield, da Confiança Investimentos. Licelys Marques, da Praisce Capital também faz essa sugestão: que o investidor planeje um valor mensal para acumular a cada mês e ter bastante disciplina com isso.

2 – Controle seus gastos

É muito fácil se descontrolar nos gastos e acabar sem nenhum dinheiro para poupar ou ainda com dívidas. "Ao analisar tudo o que gastamos no mês somos surpreendidos com a quantidade de dinheiro gasto em coisas supérfluas. Uma simples mudança de comportamento pode fazer você poupar mais por mês sem sofrimento", assegura Paulo Secco, da Alta Vista Investimentos.

"Não quer dizer que não podemos ter certos tipos de conforto, mas precisamos saber se esses gastos estão afetando nosso objetivo. Gastos maiores como troca de carro, viagens, reformas, etc., devem ser previstos com antecedência", comenta Licelys.

3 – Aplique bem seu dinheiro

"Com o passar do tempo, se as aplicações forem feitas de maneira racional, respeitando as individualidades de cada um, será daqui que virão os maiores aportes na reta final da sua fase de acumulação. Afinal o dinheiro estará o tempo todo trabalhando para você, é a beleza dos juros compostos", escreve Nathaniel Bloomfield.

4 – Faça suas aplicações renderem mais

"Não se acomode com as indicações feitas pelo seu gerente ou pelas alternativas que possui em seu banco. Busque alternativas de investimentos e diversifique suas aplicações. Quando pensamos em independência financeira temos que prestar atenção nesses três pontos: proteção da inflação, segurança e rentabilidade", atesta Licelys Marques.

5 – Proteja-se de imprevistos

"Todo o nosso planejamento é baseado na sua capacidade de geração de renda, depois no fato de você conseguir gastar menos do que ganha e finalmente aplicar bem essa diferença. Mas e se você não for mais capaz de gerar essa renda por algum motivo?

O planejamento vai todo por água abaixo, você acaba ficando à deriva", afirma Nathaniel. Assim, o melhor que se pode fazer é manter investimentos que protejam em momentos de mais necessidade. Além disso, é sempre importante buscar ajuda de uma assessoria de investimentos para fazer sempre as melhores aplicações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos