PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Título de inflação foi a melhor aplicação dos últimos 15 anos

08/03/2016 14h14

SÃO PAULO – Os títulos públicos atrelados à inflação (NTN-B) foram a melhor aplicação dos últimos 15 anos, com uma rentabilidade nominal de 988,58% e um ganho real de 307,87% (descontada a inflação), segundo levantamento do  Instituto Assaf.

Já em 2015, os títulos públicos conseguiram uma rentabilidade real de 7,33%, ficando abaixo apenas do dólar (32,83%) e do ouro (20,74%).  Confira as tabelas:

Rentabilidade das aplicações financeiras de janeiro de 2001 a dezembro de 2015

Ativo                      Rentabilidade Nominal (%)       Rentabilidade Real (%) - descontada a inflação

Título Público                   988,58                                      307,87

Ouro                              566,12                                      149,59

Renda Fixa                      507,58                                     127,65

CDB                              459,96                                      109,81

Imóveis                          229,73                                       23,54

Poupança                       214,51                                       17,84

Bolsa                             184,12                                        6,46

Dólar                               94,34                                     -27,18

Inflação                          166,89                                       0,00

Fonte: Instituto Assaf

Rendimentos das principais aplicações financeiras em 2015:

                      Ganho Nominal            Ganho Real

Dólar                   47,01%                    32,83%

Ouro                    33,63%                    20,74%

Título Público         18,78%                      7,33%

Renda Fixa            13,24%                      2,32%

CDB                     12,47%                      1,62%

Poupança               7,94%                      -2,47%

Imóveis                 7,22%                       -3,12%

Bolsa                  -13,31%                     -21,67%

Inflação               10,67%                            -

Em 2015 o dólar valorizou um pouco mais de 47%, um aumento de 33,61% frente a 2014.  Atualmente acessível aos investidores por meio do mercado de balcão e através de contratos negociados na BM&FBOVESPA, o ouro subiu mais de 33,63% em 2015, com um ganho real de 20,74%, e alcançando uma rentabilidade de 566,12% em 15 anos.

Os investimentos em títulos públicos e em fundos de renda fixa atrelados ao DI (Depósito Interfinanceiro) vieram logo depois, seguidos dos Certificados de Depósito Bancário que tiveram rentabilidade pouco abaixo do CDI.

A caderneta de poupança, aplicação de baixo risco e mais tradicional no Brasil, teve rentabilidade nominal de apenas 7,94% em 2015, abaixo da inflação.

Os imóveis também foram analisados no estudo. Baseados no INCC (Índice Nacional de Custo da Construção Civil), que afere a evolução dos custos de construções habitacionais, tiveram rentabilidade nominal de 7,22% no ano passado.

Para completar, o índice da Bolsa de Valores (Ibovespa) sofreu queda de 13,31% em 2015, devido à instabilidade dos mercados financeiros globais.

Fonte: Instituto Assaf

 

Rendimentos das principais aplicações financeiras em 2015:

 

 

 

Dólar  

47,01%  

Ouro  

33,63%  

Título Público  

18,78%  

Renda Fixa  

13,24%  

CDB  

12,47%