PUBLICIDADE
IPCA
+0,83 Mai.2021
Topo

Grandes marcas diminuem tamanho do ovo de Páscoa e serão autuadas

22/03/2016 10h39

SÃO PAULO – O Procon de Porto Alegre vai multar três das maiores fabricantes de chocolate brasileiras por diminuir tamanho de ovos de Páscoa sem avisar na embalagem. O processo foi aberto na segunda-feira, 21.

De acordo com pesquisa do órgão, os produtos tiveram média de redução entre 10% e 15% em relação ao ano passado – a legislação estabelece, desde 2002, que produtos colocados à venda devem informar a redução de produtos de maneira clara. A autuação deve ocorrer ao longo dessa semana, e as empresas terão prazo de 10 dias para apresentar defesa.

Ao final do processo, as empresas podem acabar multadas e os produtos poderão até mesmo ter as vendas suspensas.

De acordo com o diretor executivo do Procon Porto Alegre, Cauê Vieira, a redução de produto em embalagens tem se repetido em outros ramos da indústria alimentícia, e é comum em momentos de crise. “Constatamos a redução de peso sem informação ao consumidor em achocolatados, massas, cervejas, refrigerantes e agora junto aos produtos de Páscoa”, relata.

À Agência Estado, a Nestlé e a Garoto afirmaram não ter recebido ainda a notificação, mas disseram que atendem às exigências legais aplicáveis em seus produtos. A Lacta ainda não se posicionou.

Páscoa atípica

De acordo com uma pesquisa da Boa Vista SCPC, 79% dos consumidores brasileiros pretendem gastar menos nas comemorações da data e 70% darão atenção prioritária ao preço e às promoções, e não para a qualidade dos produtos. A maior parte deles (55%) vai optar este ano por produtos como bombons, colombas e barras de chocolate.

A FecomercioSP, descobriu que, de fato, a Páscoa desse ano será mais cara, e não só por conta dos ovos. “Os chocolates em barra e bombons já tinham subido 12,35% nos últimos 12 meses até fevereiro - mais do que a inflação média (10,18%). O preço dos peixes, por sua vez, subiu 13,12%, em média, no mesmo período. A pesquisa foi realizada com base nos dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA)”, disse comunicado enviado pela Federação à imprensa.