Bolsas

Câmbio

Distribuição pública de COE com intermediação atinge mil operações em um mês

SÃO PAULO – Após um mês da implantação do processo de distribuição pública do COE (Certificado de Operações Estruturadas), completado no dia 26 de março, foram registradas na Cetip mil operações com intermediação. Dois distribuidores já participam desse mercado.

A Cetip disponibilizou ferramentas em seu sistema que incentivam a distribuição por intermédio de terceiros. A transferência de recursos entre emissores e distribuidores também ocorre por meio do sistema da câmara. "As operações com COE crescem de forma consistente e robusta e, com o advento das regras para distribuição pública do produto, a tendência é de consolidação do investimento", diz Fábio Zenaro, superintendente de Produtos e Negócios da Cetip.

Para o executivo, a principal característica do COE é ser flexível e poder ser adequado aos diversos perfis de investidor e de cenário econômico.

Em janeiro de 2016, o COE completou dois anos no mercado brasileiro. Ao final de 2015, o estoque era de R$ 7,7 bilhões, o dobro de 2014 (R$ 3,8 bilhões). Atualmente, o estoque está em R$ 8,4 bilhões. Já a produção do instrumento - ou seja, o que foi emitido ao longo de 2015 – atingiu R$ 8,7 bilhões, um crescimento de 39% em relação a 2014.

 

 

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos