Preços de produtos agrícolas no atacado devem recuar neste mês

SÃO PAULO - Com o avanço na produção de cebola e cenoura no País, a expectativa é de que as cotações destes produtos apresentem queda nas Centrais de Abastecimento (Ceasas) em abril. É o que indica o Boletim Prohort de Comercialização de Hortigranjeiros nas Ceasas em 2016, divulgado hoje (19) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Segundo a companhia, os preços dos dois produtos seguem em patamares elevados. No caso da cebola, a importação continua como fator determinante para manutenção dos níveis elevados nas cotações. Já a cenoura manteve preço elevado devido à menor oferta do produto nas principais regiões produtoras. 

No entanto, para este mês é esperado um avanço na colheita, e tanto a cebola quanto a cenoura podem apresentar recuo de preços.

Dos itens hortigranjeiros analisados pela Conab, apenas a batata registrou tendência de alta em março. O comportamento foi influenciado pela alta demanda, ocorrida durante a Semana Santa, aliada à queda de cerca de 11% no produto ofertado nos principais centros atacadistas, devido a condições climáticas adversas nas regiões produtoras. A tendência é de manutenção da alta de preços, movimento oposto ao registrado em 2015.

No caso das frutas comercializadas no atacado, foram observadas alta nos preços em março. Esse fator foi influenciado pelas condições climáticas adversas que impactam na produtividade, resultando na queda da oferta, além das questões de entressafra e do bom volume das exportações. 

O aumento das exportações teve forte influência na alta dos preços da laranja e da melancia. Nos próximos meses, no entanto, a tendência é de arrefecimento desses valores, uma vez que a plantação e a colheita devem ser intensificadas, aumentando a oferta no mercado interno. A maçã foi a única fruta que não seguiu o comportamento generalizado de alta. A queda nos preços se deve, sobretudo, ao avanço da colheita da variedade Fuji.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos