Desvalorização do dólar eleva preços agropecuários em SP

SÃO PAULO - Em março, os preços recebidos pelos produtores agropecuários em São Paulo tiveram aumento de 4,31% em relação a fevereiro. Os dados constam no Índice Quadrissemanal de Preços Recebidos pela Agropecuária Paulista (IqPR) elaborados pelo Instituto de Economia Agrícola (IEA) e divulgados pela Secretaria de Agricultura do Estado.

Dos 19 produtos analisados, 13 apresentaram alta nas cotações. Segundo o IEA a elevação foi impulsionada pela desvalorização do real frente ao dólar e o repasse de custos devido ao aumento do preço dos insumos. No acumulado dos últimos 12 meses, o índice registrou aumento de 18,47% nos preços entre os meses de março de 2015 e 2016.

O levantamento do IEA detectou também que os produtos de origem animal registraram alta de 4,57% nos preços. As principais altas foram observadas nas carnes de frango (5,66%), suína (4,70%) e bovina (1,71%) No levantamento anterior, esses produtos registraram variação mensal de -4,70%, -14,65% e 2,23%, respectivamente.

Os produtos de origem vegetal ficaram 3,52% mais valorizados do que no mês anterior, como no caso da banana nanica (de -8,92% em fevereiro para 43,79% em março), laranja para indústria (de -14,83% para 24%), tomate para mesa (de -29,98% para 7,23%), laranja para mesa (de 1,64% para 6,09%), trigo (de -3,34% para 5,58%), leite (de 0,29% para 2,74%) e amendoim (de -4,75% para 0,84%).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos