Bolsas

Câmbio

Segmento dos milionários tem maior crescimento em 3 anos

SÃO PAULO - Os investimentos do segmento do private banking cresceram 3,9% no primeiro trimestre deste ano, de R$ 712,5 bilhões em dezembro do ano passado para R$ 740,3 bilhões em março deste ano, de acordo com dados da Anbima (Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais) divulgado hoje. Normalmente os bancos consideram como private os clientes com mais de R$ 1 milhão em investimentos.

Segundo a entidade, o resultado é o maior para o primeiro trimestre desde 2012, quando o crescimento foi de 6,87%. "Tivemos forte valorização dos ativos relacionados ao Ibovespa e à taxa Selic, assim como um conservadorismo por parte do investidor, que preferiu alocações em renda fixa e títulos públicos. Esses movimentos são comuns em períodos de volatilidade e já esperados pelo mercado", afirma o presidente do comitê de Private Banking da Anbima, João Albino.

Produtos
A alocação destes clientes em fundos de investimentos cresceu 3,18%, passando de R$ 315,17 bilhões em dezembro para R$ 325,20 bilhões em março.

Na previdência, o crescimento foi de 5,21%, passando de R$ 61,1 bilhões para R$ 64,2 bilhões. Já os títulos públicos cresceram 16,5%, passando de R$ 13,6bilhões para R$ 15,8 bilhões.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos