Bolsas

Câmbio

Câmara estuda efeitos da legalização da maconha: R$ 5,7 bilhões para a economia

SÃO PAULO - Um estudo feito por consultores legislativos da Câmara dos Deputados estimou que a legalização da maconha no Brasil movimentaria R$ 5,7 bilhões por ano, segundo matéria do jornal O Globo. Com base em experiências internacionais e dados nacionais, o estudo estimou público consumidor em 2,7 milhões de pessoas e fixou um limite máximo teórico de 40 gramas ao mês de consumo por usuário -- similar ao que ocorre hoje no Uruguai, onde o preço por grama gira em torno de US$ 1,20, e com impostos equivalentes aos já aplicados na indústria do tabaco.  Em outro cenário apontado pela pesquisa baseada na experiência de Colorado, nos Estados Unidos, o número de consumidores poderia chegar a 3,2 milhões, que trariam uma receita de R$ 5,9 bilhões ao Estado.

Além da arrecadação proveniente do comércio da droga, o estudo avalia que haveria uma redução de R$ 997,3 milhões dos gastos anuais com o sistema prisional. Os consultores não encontraram evidências sobre como se comportariam as despesas no sistema judiciário e na rede de saúde. Embora os números apresentados possam atrair atenções, a pauta é alvo de grande polêmica no Congresso, sendo tabu para muitos deputados e senadores. De um lado, argumenta-se sobre o fracasso da chamada guerra às drogas, ao passo que, de outro, são lembrados os efeitos nocivos das drogas para a saúde.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos