Citi Corretora recomenda venda para Vale e espera que ações despenquem 40%

SÃO PAULO – A equipe de análise da Citi Corretora divulgou relatório em que recomenda venda para os papéis da Vale (VALE5). A instituição financeira ainda calcula um preço-alvo de R$ 7,48 para os papéis da companhia, o que totaliza uma potencial desvalorização de 43,12% em relação ao fechamento do dia 8 de junho de 2016.

Mesmo assim, os analistas afirmam que na terça-feira (7) viram dois acontecimentos positivos para a liquidez da companhia, que é uma das preocupações dos investidores. A primeira notícia positiva é a emissão de US$ 1,25 bilhão com cupom 5,875%, o que sinaliza que o mercado de títulos está mais uma vez aberto.

A segunda notícia é que o conselho de ministros de Moçambique assinou o acordo proposto pela mineradora para o projeto de financiamento de uma planta de carvão em Moatize. "Isso é um avanço importante, já que o projeto iria permitir a vale retirar um caixa significante dessa subsidiária (potencialmente $3bi)", escreve a instituição financeira.

Em relação ao projeto, os analistas afirmam que ainda há vários obstáculos. Os três principais são: obter o mesmo acordo com o governo do Malawi; assinar acordos que permitam a financiadores entrarem no projeto em caso de rescisão das concessões; e assinar acordos entre os dois governos para evitar ações unilaterais.

Com isso, os analistas ainda mantêm o tom de cuidado com os papéis da gigante da mineração. "Continuamos cautelosos com a Vale, pois que acreditamos que o preço do minério de ferro irá cair abaixo dos US$ 40/ton. em 2017", escreve a instituição financeira.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos