PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

Citi Corretora atribui recomendação de venda e alto risco para Banco do Brasil

15/06/2016 10h27

SÃO PAULO – A equipe de análise da Citi Corretora divulgou relatório em que atribui recomendação de venda e “risco alto” para os papéis do Banco do Brasil (BBAS3). Além disso, a instituição financeira ainda estima um preço-alvo de R$ 14,50 para as ações da empresa, o que totalizaria uma queda potencial de 9,99% em relação ao fechamento do dia 14 de junho de 2016.

Os analistas apontam que na última sexta-feira (10) o banco anunciou uma oferta de compra de até US$ 200 milhões em bonds perpétuos com cupom de 9,25%. Os bonds negociavam a 78,50 centavos de dólar e a proposta púbica será de 80 centavos de dólar.

“Destacamos que o Banco do Brasil emitiu US$ 1,75 bilhão em bonds perpétuos em janeiro e março de 2012, e o montante atual é de US$ 1,6 bilhão (descartadas as recompras anteriores)”, explica a instituição financeira.

“Os US$ 1,6 bilhão de bonds pendentes estão contabilizados com valor de 100 centavos de dólar no balanço do Banco do Brasil. Assumindo que o banco recompre U$200mi em 80 centavos, estimamos que o ganho de capital seja de R$75 milhões, que seriam registados no terceiro trimestre de 2016”, escreve a Citi Corretora.

“Os bonds perpétuos são parte do capital adicional Tier 1 do Banco do Brasil, entretanto esta recompra de US$ 200 milhões não terá impacto, pois este valor já havia sido deduzido no quarto trimestre de 2015, quando foi ofertada a recompra de até US$ 300 milhões (e efetivamente comprados US$ 100 milhões)”, encerra a instituição financeira.