Seu banco provavelmente já ofereceu essa péssima aplicação para você

SÃO PAULO – Investir é, sempre, o melhor caminho para ter uma vida financeira mais saudável e próspera. Afinal, guardando o dinheiro e vendo ele trabalhar sozinho, a pessoa consegue ter mais conforto em suas finanças no curto, médio e longo prazo. No entanto, muitas vezes, ao pesquisar sobre aplicações no banco, o cliente se depara com péssimos investimentos, como é o caso dos títulos de capitalização.

Max Scatimburgo, economista e assessor de investimentos da Atlas Invest, comenta que o primeiro ponto sobre o assunto é entender que títulos de capitalização não são um investimento. "É declaradamente um produto para fazer uma poupança, guardar, como se fosse um cofrinho, só que para deixar uma coisa mais atrativa, a 'Sociedade de Capitalização' usa do próprio recurso daquele indivíduo para 'bancar' sorteios que ele pode, eventualmente, ganhar", aponta o assessor.

O economista aponta que, se pensar no quesito de correção monetária dessa aplicação também é extremamente fraca. A poupança, que já é considerada um investimento ruim em rentabilidade remunera o investidor com uma taxa fixa de 0,5% ao mês mais a TR (Taxa Referencial), que usualmente gira em torno de 0,1% a 0,2% ao mês. No entanto, os títulos de capitalização remuneram apenas a TR, sem os juros de 0,5% ao mês da poupança.

"Como se pode ver, não é difícil constatar algo de errado em um 'investimento' onde o maior atrativo é o 'sorteio de prêmios'. E além de tudo os bancos ainda cobram taxa de administração sobre o produto. É um absurdo", crava Max.

Ezequiel Karling, assessor de investimentos da Moinhos Investimentos, segue a mesma linha de pensamento. "Título de capitalização não é um investimento, é uma forma de concorrer a um sorteio, apenas. A remuneração que ele oferece é ridícula e o custo é muito alto", comenta.

O assessor explica que esse produto é oferecido pelos bancos apenas porque é uma aplicação que trará muito lucro para a instituição financeira, uma vez que os custos para o banco são muito baixos e as receitas altas. Ezequiel ainda aponta que muitos gerentes contam com metas para oferecer esses produtos para seus clientes, o que explica porque é tão comum receber uma "oferta imperdível" para aplicar em títulos de capitalização.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos