“Existe um mundo maravilhoso de investimentos fora do Brasil”, diz especialista

S ÃO PAULO – O mercado de investimentos no Brasil, sem sombra de dúvida, tem relevância no panorama regional e mesmo mundial. No entanto, quando o investidor se depara com o mundo de aplicações no exterior, percebe que está limitado a uma parcela muito pequena do mercado mantendo seu dinheiro apenas em território doméstico. Apenas como efeito de comparação, as dez maiores empresas do S&P 500, principal índice de ações da bolsa americana, valem cerca de cinco vezes o valor do Ibovespa inteiro.

No entanto, mesmo assim, a imensa maioria dos investidores não quer colocar seu dinheiro fora do Brasil. 99% dos brasileiros não aplicam fora daqui, percentual que é muito maior do que o de investidores exclusivamente domésticos em outros mercados desenvolvidos, como EUA, Alemanha e Reino Unido, ou mesmo que países na América Latina.

Leandro Ruschel, sócio-fundador da Liberta Global, empresa especialista para treinar brasileiros que queiram operar nos EUA, comenta que essa falta de investimento do brasileiro no exterior está associada a uma impressão incorreta de que é ilegal colocar seu dinheiro fora daqui.

Apesar de ser comum ver no noticiário histórias de políticos com negócios ilegais envolvendo offshores, Leandro explica que investir fora do Brasil é algo legal para qualquer pessoa, desde que o dinheiro seja enviado de forma legal e tenha sua origem comprovada. Investir por meio de uma offshore significa, apenas, que a aplicação é feita com uma empresa, ou pessoa jurídica, no exterior ao invés de uma pessoa.

A planejadora financeira e especialista no assunto Livia Mansur comenta que os impostos para enviar dinheiro para exterior são baixos e que o Brasil e os EUA têm acordo para não haver bitributação de investimentos, o que também ajuda essa operação a ser algo mais simples e menos burocrático do que muitas pessoas imaginam.

Livia ainda destaca que, com um mundo globalizado, é cada vez maior a necessidade de dolarizar os investimentos também. Ela comenta que as pessoas, muitas vezes, viajam ou estudam em dólar, por exemplo, com isso, ter aplicações em dólar é um caminho natural nesse sentido.

Outra vantagem de investir fora do Brasil é, naturalmente, a maior diversidade que o mercado americano oferece ao investidor. A especialista aponta que, além de contar com mais setores e papéis, como o de tecnologia e biotecnologia, por exemplo, o mercado dos EUA conta com empresas admiradas globalmente, como a Apple ou a Microsoft, por exemplo. "Existe um mundo maravilhoso de investimentos fora do Brasil", completa Leandro.

Quer saber mais sobre investir nos EUA? Assista esse vídeo em que Leandro Ruschel e Livia Mansur explicam o assunto

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos