PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

10 formas de ganhar dinheiro na internet

16/09/2016 10h44

SÃO PAULO – Aposentados, desempregados, estudantes ou mesmo pessoas que precisam de um dinheiro extra podem ganhar dinheiro sem sair de casa e fazendo seus próprios horários. A internet oferece inúmeras possibilidades de aumentar sua renda, seja qual for sua experiência profissional e de vida.

Com a ajuda de sites especializados, listamos algumas das formas mais comuns e eficientes de aumentar rendimentos sem sair de casa.

1.Venda as suas coisas

Pode parecer óbvio a priori, mas quando foi a última vez que você de fato separou coisas que não usa em bom estado para revender na internet? É possível usar sites de revenda para lucrar com roupas, livros, móveis, aquele instrumento musical que você nunca aprendeu a tocar, entre outros. A dica principal é sempre tirar boas fotos dos produtos.

Caso tenha habilidades manuais, uma boa ideia é fazer seus próprios produtos e vender em um desses sites ou em uma plataforma própria.

2.Revenda

Caso queira escalar essa operação, é possível buscar itens com grandes descontos para revender online – ou mesmo virar revendedor de uma marca.

No primeiro caso, aposte em sites de leilões ou de importações. Caso possível, tente revender a um valor mais alto do que pagou, mas ainda menor que o normalmente encontrado no mercado.

3.Crie um blog

Embora nem sempre traga retorno imediato, um blog é uma forma honesta de ganhar dinheiro na internet e de melhorar a sua imagem perante o mercado de trabalho. Se o conteúdo da página for bom, você provavelmente ganhará pontos para qualquer posição que tente no futuro.

O importante é escolher o assunto com o qual mais se identifica, pesquisar e escrever com uma boa periodicidade. Atraindo visitantes, o blog atrai anúncios e gera renda.

Quando houver um número razoável de visitantes, use ferramentas como o Google Adsense e o Media.net para inserir banners na página e ganhar por cliques.

4.YouTube

Já completamente diferente de ter um blog, ser um YouTuber pode render muito dinheiro. A premissa é similar: escolher um assunto do qual saiba falar e desenvolver uma linguagem atrativa.

Câmeras de boa qualidade estão cada vez mais baratas (muitas vezes, é possível criar bons vídeos até mesmo com o celular) e abrir a conta na plataforma em si custa literalmente nada.

O segredo é saber atrair o público e ter uma periodicidade pré-definida. Permitindo anúncios, o YouTube mesmo remunera seu conteúdo, e também é possível fechar pacotes com marcas que tenham a ver com a sua temática.

5.Escreva como freelancer

Entre em grupos de Facebook e listas de email para ficar por dentro de empresas que ofereçam oportunidades para redatores freelancer. Muitas oferecem oportunidades em conteúdo para sites, redes sociais e outros formatos.

Para vender suas habilidades neste caso, é interessante ter algum formato de portfólio. Vale textos que tenha escrito para outro lugar ou até mesmo conteúdo publicado no LinkedIn, por exemplo.

6.Venda fotos

Se levar mais jeito com a câmera do que com o teclado, há bancos de imagens que compram boas fotos de seus usuários. Algumas opções são Fotolia, Shutterstock, Dreamstime e iStock.

Nesse caso, pode ser necessário investir em um equipamento fotográfico semiprofissional e aprender a editar imagens.

7.Catering

Um pouco mais trabalhoso, o serviço de catering é para quem gosta de cozinhar e tem habilidades gastronômicas.

Trata-se da criação de uma plataforma para fornecer refeições a terceiros: alguém contrata a mão de obra para uma ocasião específica e você providencia a alimentação. Com o tempo, vale especializar seu cardápio e fidelizar clientes.

8.Pesquisas online

Pesquisas remuneradas são comuns entre grandes empresas que buscam traçar perfis de clientes. Há algumas dezenas de sites que remuneram usuários para responder questões relacionadas a essas marcas. Basta encontrar aquelas em cujos requisitos você se encaixe e responder o máximo possível.

9.Ensine

A economia de compartilhamento já chegou ao ensino a distância. Se você tiver conhecimento o suficiente sobre um assunto para ensina-lo a outras pessoas, cadastre-se em sites como o Beved, Weeazy e Learncafe para monetizar seu tempo usando a educação.

10.Empresa própria

Empreendedores podem começar o negócio dos seus sonhos através da internet. Seja qual for sua área de atuação neste caso, invista em um bom site e em publicidade eletrônica para atrair clientes e escalar o negócio. Vale tudo: produtos, serviços, consultorias ou o que mais você achar que pode render.