Bolsas

Câmbio

Maioria dos pais não deseja que os filhos sigam sua profissão, aponta pesquisa; e você?

SÃO PAULO – Cerca de 74,77% dos pais que têm filhos com idade entre três e 12 anos não deseja que eles trilhem o mesmo caminho profissionais que eles, aponta uma pesquisa realizada pela Catho.

Mesmo não desejando, entretanto, 32,9% dos pais contaram que os filhos já demonstraram interesse em seguir a sua profissão.

Além disso, 66,3% deles afirma que já sugeriu que o filho ou filha seguisse uma determinada carreira. A pesquisa também aponta que outros 80% já tiveram alguma conversa sobre profissões e carreiras com seus filhos; entre pessoas que possuem contato com crianças, mas não são seus responsáveis, esse percentual é de 73%.

A idade que eles consideram ideal para falar sobre o futuro profissional é a partir dos 5 anos para 17% dos pais entrevistados. A maioria (20%), entretanto, acredita que essas conversas devem ser feitas somente a partir dos 7 anos.

"As futuras gerações vão olhar o mercado de trabalho de uma maneira cada vez mais diferente, seja pela escolha da profissão ou pelo aspecto que mais vão valorizar na vida profissional", explicou Murilo Cavellucci, diretor de gente e gestão da Catho.

A pesquisa entrevistou mais de 4 mil adultos que possuem filhos entre três e 12 anos ou possuem contato diário com essas crianças.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos