Bolsas

Câmbio

VGBL ou PGBL? Veja 5 dicas para escolher o melhor plano de previdência

  • Getty Images

SÃO PAULO – O planejamento para a aposentadoria é uma preocupação de muitos brasileiros. Com isso, é possível entender a alta procura que produtos como os planos de previdência privada têm, afinal, eles costumam ser os mais associados exatamente com esse objetivo.

Veja as melhores dicas para investir na previdência adequadamente, segundo assessores de investimento.

1 – Evite taxa de carregamento sempre

"A principal pegadinha destes planos é a chamada taxa de carregamento, onde a instituição cobra um valor, que em alguns casos chega a 8% (ou mais) do valor aportado. Por exemplo: o poupador contribui R$ 1.000 para o plano. Desses, R$ 920 vão para o fundo e R$ 80 para o banco ou seguradora.

Muitos só se dão conta disso anos depois, quando essa taxa pode significar, em diversos casos, quase um ano de rentabilidade", diz Felipe Mahler, da Monte Bravo Investimentos.

2 – Saiba de você precisa de PGBL ou VGBL

"Muitas vezes os grandes bancos nem se preocupam em explicar as diferenças, muito menos em oferecer a opção que você precisa. E o resultado final disso pode ser desastroso se você optar pelo tipo errado. O PGBL deve ser usado se você paga imposto de renda, a contribuição pode ser de até 12% da sua renda bruta, assim, ao invés de pagar o leão, você contribui para o seu futuro. O VGBL deve ser usado caso você queira contribuir com valores maiores do que os 12% da sua renda bruta ou se você é isento de imposto de renda. Se você não fizer a opção correta, pode acabar pagando muito mais imposto do que o necessário", explica Aderson Gegler, sócio fundador e professor da Moinhos Educação.

3 – Cuide com atenção de seu dinheiro

"Sem dúvida, a grande dica é: busque conhecimento e administre você, juntamente com um profissional, esse sonho. Não terceirize nem delegue isso a terceiros. No começo pode não ser tão fácil, mas, sem dúvida, compensa muito", relata Felipe.

4 – Procure baixas taxas de administração fora do banco

"As taxas de administração também costumam ser mais baixas em seguradoras independentes do que em seguradoras de grandes bancos de varejo, bem como as rentabilidades costumam ser maiores, basta uma pesquisa rápida para ver.

Como estamos falando de investimentos para 20, 30 40 anos, qualquer percentual a mais na remuneração do fundo faz muita diferença lá no final", assegura Aderson.

5 – Use a portabilidade

"Se você já começou um VGBL ou PGBL, não se desespere. Procure um profissional independente e faça uma avaliação, afinal, portabilidade é direito, não custa nada e, hoje em dia, podemos fazer tudo de forma digital. É muito simples e prático, como trocar de operadora de celular", diz Felipe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos