IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Com lucro 20% menor no trimestre, Profarma tem queda de mais de 6%

23/07/2019 14h18

A Profarma (SA:PFRM3) Distribuidora de Produtos Farmacêuticos anunciou na noite de ontem que registrou no segundo trimestre lucro líquido de R$ 1,2 milhão, o que representa queda de 20% em relação ao R$ 1,5 milhão registrado um ano antes, números já aplicados as normas do IFRS 16. As ações da companhia têm queda de 6,55% a R$ 442.

Entre abril e junho deste ano, a companhia teve receita bruta consolidada de R$ 1,324 bilhão, sendo que um antes o resultado havia sido de R$ 1,171 bilhão, um crescimento de R$ 13%. Já a receita líquida, avançou 12,4%, indo de R$ 1,009 bilhão no período de 2018 para R$ 1,134 no fechamento do segundo trimestre.

Com isso, o Ebidta do trimestre foi de R$ 50,3 milhões, um avanço de 8,8% contra os R$ 46,2 milhões de um ano atrás. Apesar disso, a margem Ebitda recuou de 4,6% em 2018 para 4,4% entre abril e junho deste ano.

Para o próximo período, a companhia espera melhorar suas vendas na divisão varejo, decorrente da adoção de nova estratégia de precificação, além da ampliação e reforma de lojas. Em distribuição, o foco continua sendo os canais independentes.

Para a Coinvalores, outro ponto de possível melhora é a joint venture com a AmerisourceBergen (NYSE:ABC), diversificando o seu portfólio de produtos. Entretanto, os analistas destacam que o cenário continua bem desafiador para a empresa haja vista que o desempenho da economia brasileira vem demonstrando tímida melhora, com isso, não enxergam uma rápida melhora nos números no curto prazo.

Economia