IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Carrefour e Pão de Açúcar sobem e EDP Brasil cai em dia de divulgação de balanços

24/07/2019 13h06

Nesta quarta-feira, após o fechamento dos mercados, o Carrefour (SA:CRFB3), a Energias do Brasil e o Grupo Pão de Açúcar (SA:PCAR4) vão divulgar os resultados referentes ao segundo trimestre no ano. Na espera dos resultados, os papéis do Carrefour apresentam valorização de 0,69% a R$ 23,37, enquanto os do GPA somam 0,61% a R$ 88,78. No caso da EDP (SA:ENBR3), as ações recuam 1,32% a R$ 19,41.

- Carrefour:

O consenso de mercado aponta para um lucro líquido por ação de R$ 0,23 para a rede de supermercados, depois de registrar R$ 0,20 no mesmo período do ano passado. Já nos três primeiros meses de 2019, o resultado foi de R$ 0,20, superando as estimativas de R$ 0,19.

Para as receitas da companhia, as apostas são de R$ 14,72 bilhões entre abril e junho, sendo que em 2018 foi de R$ 13,06 bilhões, abaixo dos R$ 13,2 bilhões que eram esperados. Já entre janeiro e março, as receitas foram de R$ 13,64 bilhões.

O BTP Pactual, que tem recomendação neutra para os ativos da rede, aposta que o lucro líquido da companhia seja de R$ 442 milhões e as receitas de R$ 14,826 bilhões. Um ano antes, os números foram, respectivamente, de R$ 321 milhões e R$ 12,544 bilhões. Já o Ebidta do segundo trimestre deve ficar em R$ 1,124 bilhão com margem de 8%, ante R$ 836 milhões de um ano antes.

- EDP Brasil

Para a elétrica, a mediana das projeções aponta para lucro de R$ 0,34 para cada ação, contra os R$ 0,38 registrados no mesmo segundo trimestre de 2018, que superou os R$ 0,35 esperados. Entre janeiro e março, o resultado foi de R$ 0,49.

No caso das receitas da EDP Brasil, o consenso é de R$ 3,22 bilhões, ante os R$ 3,26 bilhões de um ano antes, e dos R$ 3,06 bilhões da abertura do ano, que ficaram abaixo dos R$ 3,29 bilhões que eram esperados.

Para a companhia, o BTG (SA:BPAC11) tem recomendação de compra e espera que o lucro líquido seja de R$ 240 milhões, em um cenário com receitas estimadas de R$ 3,1 bilhões. Assim, o Ebitda deve ficar em R$ 654 milhões e a margem em 21%, sendo que um ano antes foi de R$ 596 milhões e o lucro de R$ 228 milhões.

- Grupo Pão de Açúcar

A rede de supermercados deve registrar no fechamento do segundo trimestre um lucro líquido por ação de R$ 1,09, abaixo dos R$ 1,10 apurados entre abril e junho de 2019, quando havia uma expectativa de R$ 0,57 por papel. Já na abertura do ano, o resultado foi de R$ 0,75, abaixo dos R$ 1,02 estimados.

Nas receitas, o mercado trabalha com estimativa de R$ 13,12 bilhões na rede, ficando acima dos R$ 11,78 bilhões do esmo trimestre de 2018. Já entre janeiro e março, as entradas no caixa da companhia foram de R$ 12,7 bilhões, superando os R$ 12,62 bilhões que eram esperados.

O BTG também tem recomendação de compra para o GPA, esperando que a companhia feche o trimestre com lucro líquido de R$ 253 milhões e receitas de R$ 3,281 milhões, contra, respectivamente, R$ 185 milhões e R$ 11,730 bilhões de um ano antes. Já o Ebitda deve ficar em R$ 916 milhões com margem de 7%, diante de R$ 679 milhões do mesmo período do ano passado.

Economia