PUBLICIDADE
IPCA
0,86 Out.2020
Topo

Moedas - Dólar sobe depois de PIB dos EUA mostrarem leve desaceleração no 2°TRI

26/07/2019 10h50

Dólar estava mais forte contra outras moedas na sexta-feira após o crescimento da economia dos EUA desacelerar menos do que o esperado, embora as tensões comerciais pesassem sobre os negócios.

O produto interno bruto (PIB) do segundo trimestre (PIB) aumentou 2,1%, em relação a 3,1% no primeiro trimestre, em comparação com as estimativas para um crescimento de 1,8%. Os gastos dos consumidores aumentaram 4,3%, enquanto as exportações caíram 5,2% e as importações subiram apenas 0,1%, indicando que as tensões comerciais entre os EUA e a China estnao pesando na expansão.

Os números apóiam o caso para que o Federal Reserve seja menos agressivo na flexibilização da política monetária, com as expectativas dos investidores de que as taxas caiam 50 pontos base este ano para 19,4% e as chances de três cortes caírem um pouco.

Espera-se que o Fed reduza as taxas de juros em pelo menos 25 pontos base em sua próxima reunião de política em 31 de julho.

O índice dólar, que mede a força do dólar norte-americano em comparação com a cesta das seis principais moedas, subia 0,1%, para 97,667 por volta das 10h04.

A moeda norte-americana estava em alta frente ao iene, considerado porto seguro, com o par USD/JPY ganhando 0,1%, para 108,68.

A libra esterlina também continuou a cair para uma semana e meia de baixa, como a incerteza sobre Brexit lançando uma longa sombra. A promessa do primeiro-ministro Boris Johnson de renegociar o Brexit foi rejeitada pelas autoridades da UE na quinta-feira, com o presidente da Comissão Européia, Jean-Claude Juncker, dizendo que o acordo atual é "o melhor e único acordo possível".

O par EUR/USD caía 0,3%, para 1,2415 enquanto o par EUR/USD caía 0,1%, para 1,1130, e o par USD/CAD subia 0,5%, para 1,3186.