IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Benndorf Research atualiza carteira de agosto com quatro trocas; veja as mudanças

01/08/2019 15h55

A Benndorf Research divulgou nesta quinta-feira as alterações de sua carteira recomendada de ações para a primeira quinzena de agosto, realizando quatro modificações. CPFL, DIVO11, IRB Brasil (SA:IRBR3) e Locamerica (SA:LCAM3) entram nos lugares de Petrobras (SA:PETR4), Enauta, WIZ (SA:WIZS3) e Vale.

A casa de análises explica que a Petrobras apesar de ainda estar descontada, os contratos do petróleo não seguiram alguns catalisadores positivos nas últimas semanas (queda drástica nos estoques americanos + expectativa de novos estímulos monetários pelos bancos centrais) e continuam mostrando sinais de exaustão.

Com isso, a equipe espera certa correção de PETR4 com o WTI e Brent, encerrando essa posição momentaneamente para a entrada de CPFE3 (SA:CPFE3). A distribuidora segue descontada neste patamar com riscos reduzidos em torno da sua listagem e float. Como mencionado acima, as empresas do setor com bons olhos com perspectivas de crescimento (leve) + possíveis aquisições e bons dividendos. Recomendação de compra com alvo nos R$36,00 e stop na perda dos R$28,00.

A saída de Enauta segue o mesmo racional de Petrobras, com os analistas esperando que a correlação com os contratos do petróleo segure as empresas no curto prazo e, com isso, decidiram maximizar a carteira com uma troca pontual.

Com sinais de exaustão e mais de 40% de alta desde a compra, a decisão com a saída de WIZ foi para "trocar de cavalo" no setor migrando para IRBR3. A pressão ocasionada pelo follow on abre uma oportunidade de construção de posição no ativo que tem se destacado entre as empresas listadas brasileiras. Adicionalmente, a saída de controladores estatais tende a melhorar a governança e a percepção de risco. Recomendação de compras leves apenas com alvo nos R$120,00.

Locamercia volta à carteira após um breve movimento de exaustão. A queda dos juros deve continuar impulsionando o setor (capital intensivo) com grandes probabilidades de renovação de máximas. Alvo nos R$ 58,00, stop de redução na perda dos R$ 47,00.

Quanto ao racional da saída de VALE3 (SA:VALE3), a Benndorf ainda vê o papel consideravelmente descontado em relação aos peers, entretanto em um momentum pesado tanto na commodity como no ativo e devemos retornar para a mineradoras após observarmos um ponto de inflação na tendência de curto a médio prazo.

Composição: 15% - CPFL; 10% - DIVO11 e Lojas Renner (SA:LREN3); 8% - Locamerica, Bradesco (SA:BBDC4), Anima (SA:ANIM3), Hapvida (SA:HAPV3) e Direcional (SA:DIRR3); 7% - Usiminas (SA:USIM5); 6% - CVC Brasil (SA:CVCB3), Itaúsa (SA:ITSA4) e IRB Brasil.

Mais Economia