IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Na bolsa de Dalian, futuros do minério de ferro têm queda de 2,05%

01/08/2019 07h46

A sessão desta quinta-feira na bolsa de mercadorias da cidade chinesa da Dalian foi marcada pela importante desvalorização dos contratos futuros do minério de ferro. O ativo com o maior volume de negócios, com data de vencimento em setembro do atual calendário, perdeu 2,05% a 886,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária de 18,50 iuanes.

No mesmo sentido foram os negócios dos papéis futuros do vergalhão de aço, que são transacionados na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai, tiveram queda. O contrato de outubro deste ano, o mais líquido, perdeu 61 iuanes para um total 3.846 iuanes por tonelada. Já o segundo em volume, para janeiro de 2020, caiu 36 iuanes para 3.635 iuanes por tonelada.

Os índices acionários da China terminaram em baixa nesta quinta-feira, acompanhando as perdas em outros mercados asiáticos, depois que comentários "dovish" do Federal Reserve afetaram as perspectivas de longo prazo para um corte de juros e as negociações comerciais com os Estados Unidos terminaram com pouco sinal de progresso.

O Fed cortou a taxa básica de juros nesta quarta-feira, mas o chairman do banco central norte-americano afirmou que o movimento pode não ser o início de uma campanha prolongada para proteger a economia contra riscos que incluem uma fraqueza da economia global.

O banco central da China manteve sua política monetária nesta quinta-feira, optando por não acompanhar o corte de juros do Fed conforme as autoridades aguardam para ver se medidas de suporte começam a estabilizar a economia.

Economia