IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Petrobras, Localiza e mais 5 divulgam balaços nesta quinta; confira as expectativa

01/08/2019 15h46

Nesta quinta-feira, depois do fechamento dos mercados, serão divulgados os balanços do segundo trimestre da Petrobras (SA:PETR4), Cia. Hering (SA:HGTX3), Grendene (SA:GRND3), Localiza (SA:RENT3), Log Com (SA:LOGG3), Odontoprev (SA:ODPV3) e Paranapanema (SA:PMAM3).

Os números mais esperados são da Petrobras, que, na espera dos números, opera com ganhos de 0,73% a R$ 26,27. O mercado prevê resultados inferiores para a estatal brasileira, tanto para o lucro líquido, quanto para as receitas.

No caso da Hering, os papéis somam 3,25% a 33,04 e Grendene soma 0,79% a R$ 7,66. Localiza tem valorização de 1,59% a 44,70, Log Com de 0,30% a R$ 23,60, Odontoprev de 0,4% a R$ 17,56 e, por fim, Paranapanema de 0,04% a R$ 23,00.

- Petrobras

O consenso de mercado para estatal de petróleo é de lucro líquido de R$ 0,65 por ação, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado havia sido de R$ 0,67, o que ficou a cima dos R$ 0,66 esperados na ocasião. Já nos três primeiros meses do ano, o lucro foi de R$ 0,31 por ação, abaixo dos R$ 0,34 esperados.

Para as receitas, a mediana dos analistas aponta para R$ 92,78 bilhões entre abril e junho deste ano, diante de resultado de R$ 85,61 bilhões de um ano antes, quando a expectativa era de R$ 86,04 bilhões. Na abertura de 2019, as receitas foram de R$ 81,06 bilhões, o que ficou pior do que os R$ 82,28 bilhões que eram aguardados.

O BTG Pactual (SA:BPAC11) espera que a estatal encerro o segundo trimestre do ano com lucro líquido de US$ 2,353 bilhões, sendo que no mesmo período de 2018 foi de US$ 2,685 bilhões. Para as receitas, o esperado é US$ 23,074 bilhões, ante 23,385 bilhões de igual período do ano anterior. Já o Ebitda deve fechar em US$ 8,066 bilhões e margem de 35%, contra US$ 7,656 bilhões de abril a junho do ano passado.

- Cia. Hering

A fabricante de vestuário deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,38 para cada ação, diante de R$ 0,35 do mesmo trimestre de 2018, quando eram esperados R$ 0,34. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,29, em linha com o que era esperado.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 368,81 milhões, sendo que um ano antes foi de R$ 362,15 milhões, cenário que eram esperados R$ 362 milhões. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 373,94, ligeiramente abaixo dos R$ 363,21 milhões que eram esperados.

No caso da Hering, o BTG tem estimativa de lucro líquido de R$ 49 milhões, com receitas de R$ 366 milhões e Ebitda de R$ 57 milhões, com margem de 49%. No mesmo período de 2018, os resultados foram, respectivamente de R$ 57 milhões, R$ 362 milhões e R$ 61 milhões.

- Grendene

Expectativa não disponível.

- Localiza

A locadora de veículos e gestora de frotas deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,29 para cada ação, diante de R$ 0,22 do mesmo trimestre de 2018, quando eram esperados R$ 0,31. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,30.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 2,4 bilhões, sendo que um ano antes foi de R$ 1,74 bilhão, cenário que eram esperados R$ 1,8 bilhão. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 2,45 bilhões.

O BTG Pactual trabalha com estimativa de lucro de R$ 200 milhões, receitas de R$ 2,426 bilhões e Ebitda de R$ 462 milhões, com margem de 19% entre abril e junho de 2019. Um ano antes, os resultados foram de lucro de R$ 214 milhões, receitas de R$ 1,740 bilhão e Ebitda de R$ 387 milhões.

- Log Com

Expectativa não disponível.

- Odontoprev

A operadora de planos odontálgicos deve encerrar o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 0,14 para cada ação, diante de R$ 0,11 do mesmo trimestre de 2018, quando eram esperados R$ 0,12. Já entre janeiro e março de 2019, o lucro para cada papel foi de R$ 0,17, superior a estimativa de R$ 0,16.

Para as receitas, a aposta do mercado é de R$ 445,5 milhões, sendo que um ano antes foi de R$ 380,1 milhões, cenário que eram esperados R$ 379,42 milhões. Já nos três primeiros meses de 2019, as receitas foram de R$ 446,78, superando os R$ 445,54 milhões que eram esperados.

O BTG Pactual espera que a companhia encerre o segundo trimestre do ano com lucro líquido de R$ 76 milhões, sendo que no mesmo período de 2018 foi de 60 milhões. Para as receitas, o esperado é R$ 443 milhões, ante R$ 375 milhões de igual período do ano anterior. Já o Ebitda deve fechar em R$ 109 milhões e margem de 74%, contra R$ 94 milhões de abril a junho do ano passado.

- Paranapanema

Expectativa não disponível.

Economia