IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Futuros do minério de ferro têm forte queda de 3,08% na bolsa de Dalian

02/08/2019 08h22

Nesta sexta-feira, a jornada foi marcada mais uma vez por importante queda nos preços dos contratos futuros do minério de ferro, que são transacionados na bolsa de mercadorias da cidade chinesa de Dalian. O ativo de maior liquidez, com data de vencimento para setembro do atual calendário, perdeu 3,08% a 866,00 iuanes por tonelada, o que representa uma variação diária de 27,50 iuanes.

No mesmo sentido, na também chinesa bolsa de mercadorias de Xangai, a sexta-feira também foi negativa para os papéis futuros do vergalhão de aço. O contrato com o maior volume de negócios, e data de entrega em outubro deste ano, perdeu 62 iuanes para um total de 3.816 iuanes por tonelada. Já o de janeiro de 2020, segundo mais líquido, cedeu 69 iuanes para 3.590 iuanes por tonelada.

Os mercados chineses recuaram nesta sexta-feira, com os investidores buscando cobertura depois que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, adotou novas tarifas sobre a China citando falta de progresso nas negociações comerciais.

Na quinta-feira Trump surpreendeu os mercados financeiros ao dizer que planeja aplicar as tarifas adicionais a partir de 1 de setembro, em um fim abrupto para uma trégua na guerra comercial que vem desacelerando o crescimento global. Pequim vai adotar contramedidas se as tarifas dos EUA forem em frente, disse nesta sexta-feira o Ministério das Relações Exteriores chinês.

Conforme os investidores buscavam proteção contra a volatilidade em ativos mais seguros, os rendimentos dos títulos de 10 anos do governo chinês caíram para 3,1%, nível mais baixo desde abril. O iuan caiu para o nível mais baixo desde novembro de 2018 no início dos negócios, mas acabou recuperando parte das perdas.

Com Reuters.

Mais Economia