IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

OEC está perto de renegociar dívida de US$ 3 bi com mais de 50% de desconto

05/08/2019 15h10

A OEC, construtora do grupo Odebrecht, deve fechar acordo com credores para um corte de mais de 50% em dívidas de US$ 3 bilhões em bônus garantidos pela companhia. O total fica abaixo dos 70% esperados pela empresa, de acordo com as informações da edição de domingo da Coluna do Broad, do Estadão.

A publicação destaca que os novos títulos serão emitidos em troca da antiga dívida e terão diversos vencimentos, incluindo bônus perpétuos, que era uma questão de discordância entre as partes. O acordo, informou o jornal, foi fechado na última quinta-feira em Nova York, com a OEC sendo assessorada pela Moelis&Company e pela banca norte-americana Cleary Gottieb Steen&Hamilton.

A coluna informa ainda que a reunião também deu maior prazo a OEC manter negociações sigilosas, que havia se encerrado em julho. O braço da empreiteira não está em recuperação judicial e precisa finalizar o acordo antes do término do prazo para apresentação do plano de recuperação judicial do Grupo Odebrecht, em meados de agosto.

As negociações também são acerca dos 45% dos bondholders, mas a OEC precisa de 60% de adesão para homologar uma recuperação extrajudicial, como deseja.

Economia