IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

AES Tietê tem queda após ver lucro do segundo trimestre recuar 62%

06/08/2019 13h11

A AES Tietê (SA:TIET11) registrou lucro líquido de R$ 35,4 milhões no segundo trimestre de 2019, um recuo de 61,9% em relação a igual período do ano passado, de acordo com dados divulgados na noite de ontem. Com isso, as ações da elétrica operam com queda de 0,72% a R$ 12,44.

Segundo a empresa, a retração no valor se deu, entre outros fatores, por uma redução de 40 milhões de reais na margem do período, especialmente devido à estratégia de sazonalização adotada pela companhia.

Entre as fontes energéticas utilizadas pela AES Tietê, houve no período, em comparação anual, um leve avanço na geração de energia por fonte hídrica, que chegou a 2.236 gigawatts-hora (GWh), mas uma queda de 15% na geração eólica, que terminou o trimestre com 382,8 GWh.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) reportado pela empresa foi de 225,5 milhões de reais, uma baixa de 16,6% ante igual período de 2018. A receita líquida, por outro lado, avançou 7,3%, para 495,7 milhões de reais.

Na visão da Mirae Asset, no geral o resultado foi mais fraco, como esperado e ficou dentro da expectativa. A empresa continua sendo uma boa pagadora de dividendos, com distribuição trimestral e anunciou dividendos, sendo R$ 0,01789513391 por ação ordinária e preferencial e R$ 0,08947566955 por unit.

A data base para o direito ao recebimento de dividendo (record date) será no dia 8 de agosto de 2019 e as ações de emissão da Companhia passarão a ser negociadas "ex-dividendos" a partir do dia 9 de agosto de 2019. A corretora segue com recomendação neutra para a companhia.

O consenso entre 10 analistas que cobrem o papel, compilados pela Reuters, é de rating neutro com 2 indicando desempenho acima do mercado, 6 em neutro e 2, abaixo do mercado. A avaliação do mercado se manteve semelhante nos últimos 3 meses.

Mais Economia