IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Em dia de balanços, Braskem cai e NotreDame e Totvs avançam; confira estimativas

07/08/2019 15h12

A quarta-feira será mais um dia movimentado na temporada de resultados do segundo trimestre do ano. Depois do fechamento do pregão de hoje, será a vez a Braskem (SA:BRKM5), NotreDame Intermédica (SA:GNDI3), Totvs (SA:TOTS3) e mais outras companhias publicarem seus resultados do período.

Na espera pelos números, as ações da petroquímica da Odebrecht e da Petrobras (SA:PETR4) opera com queda de 1,48% a R$ 32,01. Já os papéis da empresa de tecnologia somam 0,47% a R$ 49,20, enquanto os da operadora de saúde têm valorização de 1,38% a R 44,86

Confira o consenso das estimativas e também as apostas do BTG Pactual (SA:BPAC11) para as principais companhias que divulgam os números nesta tarde.

- Braskem

O mercado estima que a petroquímica deve encerrar o segundo trimestre do ano com lucro líquido por ação de R$ 0,13, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado foi de R$ 0,69, diante de uma estimativa de R$ 0,72. Já nos primeiros três meses do ano, o resultado foi de R$ 1,29, contra prejuízo esperado de R$ 0,19.

Para as receitas, o consenso aponta para R$ 13,12 bilhões, contra os R$ 13,79 bilhões registrados um ano atrás. Já entre janeiro e março deste ano, o resultado foi de R$ 12,98 bilhões, diante de uma estimativa de R$ 13,21 bilhões.

- NotreDame Intermédica

A operadora de planos de saúde deve encerrar, pelo consenso de mercado, o trimestre com lucro líquido de R$ 0,24 para cada ação, sendo que um ano antes o resultado da companhia foi de R$ 0,19, diante de uma estimativa de R$ 0,15. Já nos três primeiros meses do ano, o resultado foi de R$ 0,24, contra os R$ 0,23 esperado.

Para as receitas, a mediana das projeções dos analistas aponta para R$ 2,02 bilhões, sendo que um ano antes foi de R$ 1,51 bilhão, contra os R$ 1,56 bilhão esperados. Na abertura de 2019, a companhia registrou receitas de R$ 1,9 bilhão, diante da expectativa de R$ 1,88 bilhão.

Para o Grupo NotreDame Intermédica, o BTG espera que o lucro seja de R$ 125 milhões no segundo trimestre, com as receitas em R$ 2,081 bilhões, sendo que um ano antes foram, respectivamente, de R$ 51 milhões e R$ 1,513 bilhão. Assim, o Ebitda deve variar de R$ 136 milhões para R$ 237 milhões, com a margem em 11%.

- Totvs

O mercado estima que empresa de soluções e softwares deve encerrar o segundo trimestre do ano com lucro líquido por ação de R$ 0,27, sendo que no mesmo período do ano passado o resultado foi de R$ 0,20, diante de uma estimativa de R$ 0,27. Já nos primeiros três meses do ano, o resultado foi de R$ 0,27.

Para as receitas, o consenso aponta para R$ 535,48 milhões, contra os R$ 575 milhões registrados um ano atrás, quando eram esperados R$ 577,17 milhões. Já entre janeiro e março deste ano, o resultado foi de R$ 563,59 milhões.

O BTG Pactual estima que a Totvs encerre o segundo trimestre com lucro líquido de R$ 42 milhões e receitas de R$ 563 milhões, sendo que um ano antes foi de R$ 335 milhões e R$ 572 milhões, respectivamente. Para o Ebitda, a expectativa é de uma variação na base anual de R$ 86 milhões para R$ 97 milhões, com a margem em 17%.

Outros números

Também após o fechamento do mercado, serão divulgados os números da CPFL (SA:CPFE3) Renováveis, da JHSF (SA:JHSF3), da Comgás (SA:CGAS5), entre outras.

Mais Economia