IPCA
0,51 Nov.2019
Topo

Gerdau cai mais de 2% após registrar lucro 46,5% menor no segundo trimestre

07/08/2019 11h43

A Gerdau (SA:GGBR4) informou na manhã desta quarta-feira que encerrou o segundo trimestre do ano com lucro líquido de R$ 373 milhões, uma queda de 46,5% na comparação com os R$ 698 milhões do mesmo período do ano passado. Já nos três primeiros meses do ano, o resultado foi de R$ 453 milhões. Desta forma, os papéis da companhia operam com queda de 2,75% a R$ 12,73.

Entre abril e junho deste ano, as receitas líquidas da companhia foram de R$ 10,154 bilhões, o que equivale a uma queda de 15,6% na comparação com os R$ 12,035 bilhões do mesmo trimestre de 2018. Já na abertura do ano, o resultado foi de R$ 10,026 bilhões. De acordo com a companhia, mesmo como aumento da receita líquida por tonelada vendida em todas as Operações de Negócios (ONs), os desinvestimentos afetaram a receita líquida consolidada no 2T19, quando comparada ao 2T18.

Com isso, o Ebitda ajustado do segundo trimestre foi de R$ 1,572 bilhão, um recuo de 10,5% diante dos R$ 1,756 bilhão de um ano antes, mas um avanço de 1,3% na comparação com os R$ 1,552 bilhão da abertura de 2019. Assim, a margem Ebitda ajusta foi de 14,6% para 15,5% em um ano.

No segundo trimestre, a produção de aço bruto caiu 14,1%, para 3,425 milhões de toneladas, e as vendas de aço recuaram 22,5%, para 2,972 milhões de toneladas, movimento que a Gerdau atribuiu aos desinvestimentos realizados no exercício anterior.

Em 2018, foram vendidas as operações no Chile, na Índia e grande parte das unidades de vergalhão nos Estados Unidos.

Para a Mirae Asset, o resultado da Gerdau segue em recuperação gradual, influenciado pela fraqueza ainda observada na economia doméstica. Sua participação nos EUA tem sido importante e a corretora espera que a partir da recuperação da economia do Brasil a companhia volte a registrar resultados condizentes com seu porte. A recomendação segue de Compra.

Economia