IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

CHARGE: Homem de Ouro! Metal dourado dispara acima de US$ 1500 em agosto

08/08/2019 17h18

Por Jesse Cohen

Os preços do ouro mantiveram-se acima do nível psicológico de US$ 1.500 nesta quinta-feira. O metal dourado disparou 5,5% no acumulado do mês.

O apelo ao ouro é influenciado pelo temor cada vez maior dos investidores de risco de recessão global proporcionado pela guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo. Esta perspectiva negativa sobre a economia mundial alimenta expectativas de que o Fed e outros grandes bancos centrais teriam que tomar medidas drásticas para estimular a economia.

Na sessão de hoje, os contratos futuros de ouro da Comex estavam em US$ 1.514,55 por onça-troy às 17h12, queda de US$ 4,85, ou 0,33%.

Na quarta-feira, os preços subiram 2,4% para romper a barreira dos US$ 1.500 pela primeira vez desde abril de 2013, chegando a US$ 1.522,70.

A perspectiva de flexibilização monetária influenciou na realização de ganhos sobre o ouro na sessão nesta quinta-feira. Esta visão foi influenciada pelo presidente do Fed de Chicago, Charles Evans, que sinalizou na quarta-feira que está aberto a taxas mais baixas para conter os riscos ao crescimento econômico das tensões comerciais.

Os futuros subiram as apostas com uma probabilidade de 100% de mais um corte de 25 pontos-base do Fed em setembro e uma chance de quase 24% de um corte de meio ponto. Cerca de 75 pontos-base de flexibilização estão implícitos até janeiro, com taxas chegando a 1%.

Os bancos centrais da Nova Zelândia, Índia, Tailândia e Filipinas reduziram as taxas de juros nesta semana, em meio a temores crescentes de que a guerra comercial EUA-China possa agravar a desaceleração da economia global.

Para ver mais dos quadrinhos semanais do Investing.com, visite: http://br.investing.com/analysis/comics

- Reuters contribuiu para esta reportagem

Mais Economia