IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Em cinco sessões de agosto, estrangeiros tiram R$ 4,7 bilhões da bolsa brasileira

09/08/2019 13h49

A jornada da última quarta (7) foi mais uma vez marcada pela redução da posição comprada dos investidores estrangeiros na bolsa brasileira. No dia, as compras totalizaram R$ 8,578 bilhões e as vendas R$ 9,103 bilhões, levando a um saldo negativo ao final da sessão de R$ 525,238 milhões. Desta forma, o acumulado de agosto é deficitário em R$ 4,704 bilhões.

A sessão foi marcada por valorização do Ibovespa, com alta de 0,61% aos 102.782 pontos. Já o dólar comercial teve alta no mesmo dia de 0,20% a R$ 3,9691.

Por outro lado, para os investimentos institucionais, o dia 7 foi positivo. Na sessão, as aquisições foram de R$ 6,071 bilhões, contra alienações de R$ 5,770 bilhões, com diferença de R$ 301,094 milhões no pregão. Assim, no oitavo mês do ano, o resultado é positivo em R$ 2,370 bilhões.

A quarta-feira também foi positiva para os investimentos realizados por pessoas físicas na bolsa. As entradas chegaram a R$ 3,666 bilhões e as saídas foram de R$ 3,373 bilhões, levando a um saldo positivo de R$ 292,890 milhões na jornada. Com isso, em agosto o resultado segue no azul em R$ 2,108 bilhões.

Já para os investimentos de empresas públicas e privadas no mercado de ações, o dia 7 teve compras de R$ 108,574 milhões e vendas de R$ 139,983 milhões, levando a um resultado líquido negativo de R$ 31,409 milhões na sessão. Desta forma, até o momento, em agosto o resultado é negativo em R$ 57,523 milhões.

Por fim, para as instituições financeiras, a quarta-feira passada teve saldo de R$ 37,335 milhões negativos, resultado de entradas de R$ 862,338 milhões e saídas de R$ 899,673 milhões. Assim, em agosto, a posição é positiva em R$ 275,140 milhões.

Economia