IPCA
0,1 Out.2019
Topo

Taesa visa emissão de R$ 450 mi em greenbonds para concluir projetos até 2022

09/08/2019 10h53

Para cumprir a obrigação junto à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) de colocar projetos de transmissão de energia em operação até 2022, a Taesa (SA:TAEE11) deve utilizar a emissão de debêntures de infraestrutura com selo de responsabilidade ambiental, os chamados greenbonds, para financiar essas obras. As informações são da edição desta sexta-feira da Coluna do Broad, do jornal O Estado de S.Paulo.

De acordo com a publicação, a primeira emissão deve acontecer até o final do próximo mês, e com o valor de R$ 450 milhões, com vencimento em 2025, operação que já foi aprovada pelo conselho de administração da companhia, restando apenas obter o selo verde. Existe ainda a possibilidade de novas emissões, mas que devem acontecer no decorrer dos investimentos.

A Taesa tem quatro projetos de linhas que totalizam um total de R$ 2,5 bilhões, sendo que em três deles a companhia tem a ISA CTEEP (SA:TRPL4) como sócia, casos da Aimorés, Paraguaçu e Ivaí. Já o quarto projeto, Janaúba em Minas Gerais, a companhia não tem parceiros.

A coluna destaca que quando uma empresa tem o chamado "selo verde" em sua emissão, ela se compromete a utilizar os recursos somente em projetos que são sustentáveis do ponto de vista ambiental. Em maio, a Taesa realizou emissão de R$ 210 milhões de debêntures verdes para três projetos.

Economia