IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Ações - Queda nos Futuros dos EUA com escalada de protestos em Hong Kong

12/08/2019 10h49

Os futuros dos EUA apontavam para um dia volátil em Wall Street, com o agravamento da agitação política em Hong Kong provocando um sentimento de aversão ao risco no mercado.

O maior centro financeiro da Ásia entrou em sua décima semana consecutiva de protestos contra o governo no fim de semana, com novos relatos de violência.

O aeroporto de Hong Kong cancelou todos os vôos na metade do dia enquanto os manifestantes se aglomeravam em resposta a uma instrução do governo para a companhia Cathay Pacific, ordenando que proibisse qualquer membro da equipe que participasse de manifestações políticas nas listas de vôos para o continente. A violência também eclodiu entre a polícia e os manifestantes em pelo menos duas grandes estações de metrô, segundo informou a BBC.

Autoridades chinesas disseram que a violência deve parar depois que confrontos entre manifestantes e policiais ocorreram em toda a cidade, alimentando temores de que ela empregará mais força para restaurar a ordem.

Os futuros Nasdaq 100 caía 63 pontos ou 0,8% por volta das 7h40, enquanto o futuros do Dow caía 192 pontos ou 0,7% e S&P 500 caía 21 pontos ou 0,7%.

Os investidores também estarão atentos a mais sinais de deterioração das relações na guerra comercial EUA-China. O presidente dos EUA, Donald Trump, disse na sexta-feira que os dois países não devem continuar as negociações no próximo mês.

O Banco Popular da China definiu a referência oficial do ponto médio para o iuan em 7,0211 por dólar, que era mais fraco do que os níveis vistos na sexta-feira, mas melhor do que o esperado. A taxa de câmbio entre o iuan e o dólar tem sido acompanhada de perto, já que uma moeda mais fraca torna suas exportações mais baratas. O movimento foi visto como uma resposta à postura mais rígida de Trump sobre as tarifas comerciais.

A Tesla (NASDAQ:TSLA) caía 1,1% depois de relatos de que um de seus carros elétricos pegou fogo após atingir um caminhão de reboque em Moscou no sábado, embora não esteja claro qual era o modelo. A empresa está sob escrutínio regulatório para suas reivindicações sobre a segurança de seu Modelo 3.

A Netflix (NASDAQ:NFLX) caía 1,3%, enquanto a Apple (NASDAQ:AAPL) caía 0,6% e o Bank of America (NYSE:BAC) caía 1,1 %.

Em outros lugares, a Starbucks (NASDAQ:SBUX) subia 0,7%, enquanto a Activision Blizzard (NASDAQ:ATVI) subia 0,2%.

Em commodities, o petróleo bruto caía 1,6%, para US$ 53,66 o barril. O índice futuros do ouro ganhava 0,5%, para US$ 1.515,45 por onça-troy, enquanto o índice dólar, que mede a força do dólar norte-americano em comparação a uma cesta das seis principais dividas, ficou estável em 97,335.

Mais Economia