IPCA
0.19 Jul.2019
Topo

Alemanha - Ações fecharam o pregão em queda e o Índice DAX recuou 2,19%

14/08/2019 14h15

Alemanha - As ações fecharam em queda no pregão de quarta-feira, com perdas nos setores de Tecnologia, Recursos básicos e Industriais, levando as ações a uma baixa.

No encerramento em Frankfurt, o Índice DAX recuou 2,19%, alcançando novo nível recorde mínimo de 3 meses, enquanto o Índice MDAX perdeu 2,39%, e o Índice TecDAX recuou 2,73%.

O melhor desempenho da sessão no Índice DAX veio das ações da RWE AG (DE:RWEG), que subiram 0,63%, o que corresponde a 0,160 pontos, sendo negociadas a 25,540 no fechamento do pregão. Enquanto isso, as ações da Beiersdorf AG (DE:BEIG) adicionaram 0,42%, ou 0,450 pontos, terminando o dia em 108,400, e as da Vonovia SE (DE:VNAn), que avançaram 0,30%, ou 0,13 pontos, no final das operações com 44,03.

O pior desempenho da sessão foi das ações da Infineon Technologies AG (DE:IFXGn), que caiu 5,58% ou 0,911 pontos, com os papéis sendo negociados a 15,415 em seu fechamento. Deutsche Bank AG (DE:DBKGn) recuou 4,80%, ou 0,306 pontos, terminando em 6,071, e ThyssenKrupp AG (DE:TKAG) diminuiu 4,16%, ou 0,417 pontos, para 9,618.

Já as principais empresas que tiveram o melhor desempenho no índice MDAX foram Carl Zeiss Medi (DE:AFXG), cujas ações subiram 2,08%, para 100,800, Innogy SE (DE:IGY) subiu 0,51% para terminar em 43,370, e Knorr-Bremse AG (DE:KBX), que ganhou 0,13% para encerrar em 84,66.

Os piores desempenhos vieram de Evotec AG (DE:EVTG), que recuou 14,88% para 20,880 no final das operações. Em seguida, a empresa Leoni AG (DE:LEOGn), que perdeu 7,57% e terminou em 8,766, e, por fim, a Siltronic AG (DE:WAFGn) que encerrou com recuo de 5,87%, para 57,760 no fechamento.

Já as principais empresas que tiveram o melhor desempenho no índice TecDAX foram Nordex SE (DE:NDXG), cujas ações subiram 12,60%, para 11,040, Cancom AG (DE:COKG) subiu 3,21% para terminar em 49,540, e Carl Zeiss Medi (DE:AFXG), que ganhou 2,08% para encerrar em 100,800.

Os piores desempenhos vieram de Evotec AG (DE:EVTG), que recuou 14,88% para 20,880 no final das operações. Em seguida, a empresa Jenoptik AG (DE:JENGn), que perdeu 9,82% e terminou em 22,500, e, por fim, a Medigene (DE:MDG1k) que encerrou com recuo de 7,54%, para 5,890 no fechamento.

As ações em queda superaram os papéis com resultados positivos na Bolsa de valores de Frankfurt com uma diferença de 538 a 145, enquanto 65 terminaram sem alterações.

As ações da ThyssenKrupp AG (DE:TKAG) recuaram, alcançando seu mínimo histórico; diminuindo 4,16%, ou 0,417, para 9,618. As ações da Carl Zeiss Medi (DE:AFXG) avançaram, alcançando seu máximo histórico; subindo 2,08%, ou 2,050, para 100,800. As ações da Leoni AG (DE:LEOGn) recuaram, alcançando seu mínimo de 5 anos; diminuindo 7,57%, ou 0,718, para 8,766. As ações da Jenoptik AG (DE:JENGn) recuaram, alcançando seu mínimo de 52 semanas; caindo 9,82%, ou 2,450, para 22,500. As ações da Carl Zeiss Medi (DE:AFXG) avançaram, alcançando seu máximo histórico; subindo 2,08%, ou 2,050, para 100,800. As ações da Medigene (DE:MDG1k) recuaram, alcançando seu mínimo de 3 anos; caindo 7,54%, ou 0,480, para 5,890.

O DAX New Volatility, que mede a volatilidade implícita das opções do índice DAX, acrescentou 17,34%, para 22.87um novo máximo de 6 meses.

Os contratos futuros de ouro para entrega em dezembro, subiram 1,19%, ou 17,95, para $1.532,05 por onça troy. Em outras commodities, petróleo para entrega em setembro, recuou 5,29%, ou 3,02, para atingir $54,08 por barril, enquanto os futuros de petróleo brent para entrega em outubro, recuaram 4,83%, ou 2,96, negociados a $58,34 por barril.

O par EUR/USD retrocedeu 0,21% para 1,1145, enquanto o par EUR/GBP recuou 0,19%, para 0,9242.

O Índice Dólar Futuros, por sua vez, diminuiu 0,16% em 97,787.

Mais Economia