PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ações do BB entram em ex-JCP na quinta-feira com yield de 0,84%

21/08/2019 14h24

A jornada desta quarta-feira marca a data limite para que o investidor se posicione com as ações do Banco do Brasil (SA:BBAS3) para fazer jus a distribuição de Juros sobre Capital Próprio (JCP) no total de R$ 1,23 bilhão. Com isso, as ações passam a ser negociadas em ex-direitos na quinta-feira e, considerando valor de fechamento de ontem, o yield é de 0,84%.

De acordo com a companhia, o valor por ação, em valores atualizados até o dia 8 de agosto, é de R$ 0,44453410609, o que representa um total líquido de R$ 0,378. O total ainda será ajustado pela Selic da data de publicação do balanço até a data do pagamento dos dividendos, no dia 30 de agosto.

Balanço

O maior banco público encerrou o segundo trimestre com lucro líquido ajustado de R$ 4,432 bilhões, sendo que um ano antes foram registrados R$ 3,240 bilhões, o que representa um salto de 36,8%.

Já nos seis primeiros meses de 2019, o resultado acumulado é de R$ 8,679 bilhões, crescimento de 38,5% contra os R$ 6,266 bilhões do mesmo semestre de 2018.

O banco teve um avanço de 2,5% na margem financeira bruta, com destaque para o crescimento nas receitas financeiras com operações de crédito em R$ 278 milhões, impactadas principalmente pelo crescimento das receitas do crédito a pessoas físicas e pessoas jurídicas, impulsionadas pela evolução da carteira em linhas de maior retorno.

O banco informou que a carteira de crédito pode encolher até 2% este ano ou crescer 1% no máximo, já que os empréstimos a empresas devem continuar a cair. Nos primeiros seis meses do ano, o estoque de crédito do Banco do Brasil (SA:BBAS3) cresceu apenas 1,1%.