PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Iguá Saneamento estaria perto de pedir registro para IPO, diz Estadão

23/08/2019 12h52

Com o mercado de ações no Brasil dando sinais de que está com apetite para oferta de ações, a Iguá Saneamento é mais uma companhia que deve protocolar junto à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) o pedido para a realização de uma oferta inicial de ações. As informações constam na edição desta sexta-feira da Coluna do Broad, do Estadão.

A antiga CAB Ambiental passou por uma reestruturação e mudou de nome. Atualmente, possui 18 operações, sendo 14 concessões e quatro Parcerias-Público-Privadas (PPP) nos estados de São Paulo, Mato Grosso, Paraná, Santa Catarina e Alagoas.

A publicação relata que a companhia já teria contratando os bancos Itaú BBA, BTG Pactual (SA:BPAC11), Bradesco (SA:BBDC4), Bank of America Merrill Lynch e Santander (SA:SANB11) para fazerem parte do sindicado de instituições que vão coordenar a oferta.

A coluna lembra que a Iguá pertencia ao grupo Galvão Participações, que vendeu a companhia em meio aos momentos de dificuldades, para a IG4 Capital. Também são sócios na empresa o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e o fundo canadense AIMCo, que injetou ano passado R$ 400 milhões na empresa.

O jornal informa ainda que a goiana Saneago é outra companhia do setor de saneamento que avalia ingressar na B3.