PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ações - Futuros dos EUA têm salto após China acalmar disputa comercial

29/08/2019 10h28

Os futuros dos EUA subiam nesta quinta-feira depois que a China confirmou que está trabalhando com Washington para agendar negociações cara-a-cara em setembro.

O porta-voz do Ministério chinês, Gao Feng, disse na quinta-feira que as discussões devem se concentrar em evitar escaladas e resolver questões comerciais com calma. As tensões comerciais aumentaram na semana passada, depois que os dois países disseram que imporiam mais tarifas comerciais mutuamente.

Os futuros do Nasdaq 100 subiam 94 pontos ou 1,3% por volta das 7h41, enquanto o futuros do Dow ganhava 264 pontos ou 1% e os futuros do S&P 500 subiam 27 pontos ou 1%.

Enquanto isso, o secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, disse ao Bloomberg news que o governo está pensando em estender seu perfil de dívida, à medida que a diferença entre os rendimentos do Tesouro de 5 e 30 anos aumenta. Mnuchin disse que os EUA podem manter taxas historicamente baixas em títulos de 50 e 100 anos.

As ações de tecnologia saltavam no comércio pré-mercado em meio ao otimismo comercial, com a Tesla (NASDAQ:TSLA) ganhando 1,3%, a Apple (NASDAQ:AAPL) subindo 1,7% e AMD subindo 2,7%.

As ações do setor bancário subiam, com o JPMorgan Chase (NYSE:JPM) saltando 1,1%, o Bank of America (NYSE:BAC) avançando 0,6%, e o Goldman Sachs (NYSE:GS) subindo 0,1%.

Na frente econômica, o produto interno bruto do segundo trimestre sai às 9h30, junto com os pedidos de seguro-desemprego. As vendas pendentes de imóveis serão divulgadas mais tarde, às 11h00.

Em commodities, petróleo bruto subia 0,9%, para US$ 56,25 por barril. O futuros do ouro caíam 0,1%, para US$ 1.547,25 por onça troy, enquanto os índice dólar, que mede a força dda moeda norte-americana em comparação com uma cesta das seis principais divisas, subia 0,1%, para 98,203.