PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Banco Inter dispara mais de 7% com conversas para parceria com a Uber no Brasil

14/10/2019 13h13

No começo da tarde desta segunda-feira, as units do Banco Inter são negociadas com forte valorização, depois do anúncio no domingo de que está em negociações com o a Uber (NYSE:UBER) para estabelecer parceria de serviços financeiros. O movimento é um dos sinais do movimento do grupo japonês SoftBank Group Corp para integrar seus negócios na América Latina.

Por volta das 13h10, as ações BIDI11 tinham ganhos de 7,03% a R$ 53,41. Nas últimas sessões, o banco acumulava expressiva volatilidade, tendo queda de 5,38% no dia 2 de outubro, e alta de 8,07% no dia 10. No mês, o saldo é negativo em -11,99%, excluindo a jornada de hoje.

O SoftBank, que é acionista da Uber (NYSE:UBER), adquiriu uma participação de aproximadamente 15% no Banco Inter (SA:BIDI4) este ano. A parceria pode ter como alvo tanto os motoristas do Uber quanto os mais de 3 milhões de clientes do Banco Inter. A fonte, no entanto, não quis comentar os termos da transação.

O possível acordo visa para impulsionar os negócios do Banco Inter (SA:BIDI4) no país, já que o Brasil é o maior mercado do Uber (NYSE:UBER) fora dos Estados Unidos. São Paulo concentra mais viagens de Uber do que qualquer outra cidade do mundo.

No México, o Uber (NYSE:UBER) fechou uma parceria com o banco BBVA (MC:BBVA) e a Mastercard para lançar um cartão de débito para motoristas em julho deste ano. Os motoristas não pagam nenhuma comissão pelo uso do cartão.

O SoftBank, que lançou em março um fundo de 5 bilhões de dólares para investir na América Latina, não quis comentar o assunto. O Banco Inter (SA:BIDI4) e o Uber (NYSE:UBER) não responderam imediatamente a um pedido de comentários da Reuters.