PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Minério de ferro tem novo dia de queda em Dalian

15/10/2019 08h11

A jornada desta terça-feira na bolsa de mercadorias da cidade chinesa da Dalian foi marcada por uma nova queda nos contratos futuros do minério de ferro, que, nos ativos de maior liquidez (janeiro de 2020), cederam 1,15%, fechando a 644,00 iuanes por tonelada, diante do valor de liquidação de 651,50 iuanes por tonelada diante do preço base da véspera.

No mesmo sentido, o dia também foi negativo para os preços dos papéis futuros do vergalhão de aço, que chegaram ao final da sessão na bolsa de mercadorias da cidade de Xangai, também na China, com perdas. O contrato de maior liquidez, para janeiro de 2020, perdeu 57 iuanes, indo para 3.346 iuanes por tonelada. O segundo mais negociado, de maio, cedeu 34 iuanes para 3.203 iuanes por tonelada.

Os índices acionários da China recuaram nesta terça-feira, interrompendo cinco dias de ganhos, uma vez que os dados de inflação ao produtor ampliaram as preocupações no país e que um acordo para encerrar a guerra comercial com os Estados Unidos continua longe.

Os preços ao produtor na China recuaram no ritmo mais rápido em mais de três anos em setembro, reforçando as justificativas para que o país adote mais estímulo conforme a indústria desacelera devido à demanda fraca e às pressões comerciais dos Estados Unidos.

Permanecem ainda as dúvidas sobre se a China e os Estados Unidos podem chegar a um acordo durável para encerrar a guerra comercial que já dura mais de um ano.