PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Ações - Preocupações comerciais e balanços inibem Futuros dos EUA

16/10/2019 08h19

Os futuros dos EUA caíam na quarta-feira, pois as dúvidas persistiam com relação ao acordo parcial entre os EUA e a China, enquanto os ganhos do Bank of America estavam um pouco acima das expectativas.

O Ministério das Relações Exteriores da China disse que o governo tomaria medidas contra os EUA se um projeto de apoio a manifestantes de Hong Kong fosse aprovado.

A lei encerraria um status comercial especial entre os EUA e Hong Kong até que o Departamento de Estado se certificasse anualmente que as autoridades da cidade estão respeitando os direitos humanos. Foi aprovado pela Câmara e deve ser votado pelo Senado antes de se tornar lei. Se isso acontecer, vai complicar ainda mais a interação das relações comerciais e políticas entre os dois países.

Os futuros do Nasdaq 100 perdiam 26 pontos ou 0,3% às 7h50, enquanto os futuros do Dow caía 75 pontos ou 0,3% e os futuros do S&P 500 caíam 9 pontos ou 0,3%.

Na frente de balanços, o Bank of America (NYSE:BAC) saltava 1,9% depois de reportar lucros implícitos que superaram as expectativas dos analistas. O credor disse que o lucro líquido subjacente aumentou 4%, para US$ 7,5 bilhões, ou US$ 75 centavos ajustados por ação. Uma taxa de ajuste de US$ 2,1 bilhões deixou o número final de EPS emmais modestos 56 centavos, ainda um pouco à frente dos 51 centavos esperados. A receita ficou praticamente inalterada em relação ao ano anterior, em US$ 22,8 bilhões.

Também é esperado que o Abbott Labs (NYSE:ABT) informe seus rendimentos antes da abertura.

Após o fechamento, a Netflix (NASDAQ:NFLX), a IBM (NYSE:IBM), a CSX (NASDAQ:CSX) e a Kinder Morgan (NYSE:KMI) também atualizarão os mercados com seus resultados financeiros.

A Pure Storage (NYSE:PSTG) estava entre os principais ganhadores no comércio de pré-mercado, saltando 4,8%, enquanto a Johnson&Johnson (NYSE:JNJ) aumentava 1,2%, estendendo os ganhos relacionados aos ganhos de terça-feira.

As ações relacionadas à China caíam, com a Apple (NASDAQ:AAPL) diminuindo 0,3%, enquanto a Advanced Micro Devices (NASDAQ:AMD) caía 0,7% e a NVIDIA Corporation (NASDAQ:NVDA) abaixo de 0,4%.

Na frente de dados, as vendas no varejo para setembro e um relatório de inventários de negócios para outubro serão lançados às 9h30.

Em commodities, os futuros do ouro subiam 0,2%, para US$ 1.486,45 por onça troy, enquanto os índice dólar, que mede a força da moeda norte-americana em comparação com uma cesta das seis principais divisas, ficou estável em 98,042. Os futuros de petróleo bruto ficaram estáveis ??em US$ 52,84 por barril.