PUBLICIDADE
IPCA
1,35% Dez.2020
Topo

CHARGE: Adeus Super Mario! Mandato cheio de eventos de Draghi no BCE chega ao fim

24/10/2019 12h31

Por Jesse Cohen

O Banco Central Europeu (BCE) manteve a política monetária inalterada conforme o esperado nesta quinta-feira (24), mas manteve a porta aberta para ainda mais estímulos, já que a economia da zona do euro continua sofrendo com as consequências de uma turbulência global mais ampla.

"O Conselho do BCE espera que as principais taxas de juros do Banco permaneçam em seus níveis atuais ou mais baixos até que as perspectivas da inflação convirjam robustamente para um nível suficientemente próximo, mas abaixo de 2%, dentro do seu horizonte de projeção, e essa convergência tem sido consistentemente refletido na dinâmica implícita da inflação ", afirmou o BCE.

Mas os holofotes não estavam na decisão de novas taxas de juros ou diretrizes diferentes para a gestão da moeda da zona do euro. Esta quinta-feira marcou a última reunião política de Mario Draghi como presidente do BCE, com seu mandato de oito anos como chefe da autoridade monetária europeia oficialmente chegando ao fim em 31 de outubro.

Ele será substituído pela ex-chefe do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, em 1º de novembro.

O reinado de Draghi como chefe do BCE teve seu clímax em junho de 2012, quando ele disse que o "BCE está pronto para fazer o que for necessário para preservar o euro. E acredite em mim, será o suficiente."

Sua promessa viu os rendimentos da dívida pública da zona do euro, que haviam atingido máximas históricas na época, caírem acentuadamente, encerrando efetivamente a crise da dívida soberana da região em 2012.

Para ver mais dos quadrinhos semanais do Investing.com, visite: http://br.investing.com/analysis/comics

- A Reuters contribuiu para esta matéria.