PUBLICIDADE
IPCA
0,64 Set.2020
Topo

Saldo negativo de estrangeiros na bolsa volta a recuar e vai a R$ 10,5 bi no mês

24/10/2019 14h42

Pela segunda sessão consecutiva, os investidores estrangeiros voltaram a reduzir o saldo negativo no segmento Bovespa, da B3, no mercado à vista. Na terça-feira, as compras foram de R$ 8,429 bilhões e as vendas de R$ 7,889 bilhões, com saldo no dia de R$ 539,649 bilhões. Assim, em outubro, o resultado negativo agora é de R$ 10,578 bilhões.

O levantamento não considera os mercados futuros, ofertas subsequentes de ações e IPOs, sendo somente os dados do mercado à vista. No dia 22, o Ibovespa encerrou com alta de 1,28% aos 107.381 pontos, com o dólar perdendo 1,15% a R$ 4,0819.

Entre os investidores institucionais, a terça-feira também foi positiva, com aquisições de R$ 6,021 bilhões e alienações de R$ 5,617 bilhões, fazendo com que o saldo na jornada fosse de R$ 404,243 milhões. Assim, no acumulado do mês, o resultado segue no azul em R$ 9,895 bilhões.

No segmento pessoa física, que envolve tanto os investidores individuais quanto os clubes de investimentos, o dia foi de importante redução da posição comprada. As entradas totalizaram R$ 3,121 bilhões e as saídas R$ 3,940 bilhões, com déficit diário de R$ 818,505 milhões. O resultado, no acumulado do mês, agora é de R$ 467,264 milhões.

No caso das empresas públicas e privadas, o dia 22 teve uma redução na posição comprada de R$ 65,202 milhões, para R$ 94,090 milhões, como reflexo de uma sessão com aquisições de R$ 112,272 milhões e saídas de R$ 177,474 milhões.

Por fim, os investimentos realizados por instituições financeiras recuaram em R$ 51,864 milhões na terça-feira, parra R$ 129,929 milhões. Na sessão, as compras foram de R$ 872,390 milhões e as saídas de R$ 924,254 milhões.